Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Laroyê, Senhor das Intenções! Laroyê, Exu Mirim!


Para falar desse Orixá na Umbanda, é preciso muito cuidado, pois até pouco
tempo atrás, não se sabia ao certo qual era a função de Exu Mirim na
vida das pessoas e tampouco se conhecia a sua função dentro da Umbanda.
Pois bem, Exu Mirim é, como todos os outros Orixás, uma exteriorização do
nosso Pai Amado Olorum, e assim sendo, é manifestador de Suas Virtudes
Divinas e está ai para nos auxiliar em um caminho de Evolução.
Quando esse Orixá foi exteriorizado e aconteceram suas primeiras
manifestações, até por pouco conhecê-lo, foi criada uma imagem negativa
sobre esse Orixá (assim como ocorreram com Orixá Exu, Orixá Pomba Gira e
suas falanges).
Enquanto o Erê era considerado a criança boa, a criança da Direita, que
manifestava a inocência, Exu Mirim era considerado a criança de rua, que
se drogava, que, enquanto “encarnado” era bandidinho, travesso e que já
provocava confusões. E, como Exu já estava sendo difamado por falta do
conhecimento divino pelos encarnados, Exu Mirim foi colocado ao seu lado
como “Exu Pequeno” (que é a tradução de Mirim).
Devido a autorização do Plano Divino, isso está começando a ser desmistificado
com uma grande ajuda de Pai Benedito de Aruanda e seu médium Rubens
Saraceni, para que possamos transcender a visão humana – que era usada
para explicar o inexplicável até então – e começarmos a ter um pouquinho
da visão divina de nossos amados Orixás.
Exu Mirim então, pelo pouco que pude perceber, estudar e pelo pouco que
está aberto à nós, mostrou-se um Orixá que se manifesta por seres
encantados – ou seja, seres que nunca encarnaram nessa realidade, nesse
Plano da Vida onde estamos – e que rege o Plano das Intenções.
Portanto, caro Irmão Umbandista: não faz sentido estarmos em uma Religião cujo
propósito é fazer o bem (como foi afirmado pelo Sr. Caboclo das 7
Encruzilhadas quando a criou) e termos manifestações de seres negativos
para nos auxiliarem.
Pois, por ser uma Religião, e com o propósito de nos tornar manifestadores de
Deus, como poderia Deus colocar ao nosso lado um Guia (que é um
manifestador d´Ele) que nos levaria para o buraco? Que aumentaria nossos
desequilíbrios?
Ou seja: se você, Irmão, tiver uma intenção boa e não souber como exteriorizá-la pois
ainda não sabe o como fazê-la, ou está confuso em algumas decisões, ai
está Exu Mirim.
Peça auxílio a Exu Mirim e esse auxílio virá de forma a descomplicar,
desatrapalhar e desenrolar as suas idéias para que fiquem mais claras e
objetivas.
Mas, atenção, Caro Irmão!

Do mesmo jeito Exu Mirim acolhe uma idéia boa e faz de tudo pra que ela
exteriorize, pois são muito espertos, atentos, curiosos em suas ações,
cuidado com suas intenções, pois, se a intenção é qualquer coisa contra a
Lei Maior e a Justiça Divina, principalmente aquelas que fazem com que
outras mentes sejam influenciadas e/ou induzidas ao erro perante essas
Forças de nosso Pai Amado Olorum, ai é que Exu Mirim ativa o seu
Mistério Divino de forma a exteriorizar tal intenção para que fique
claro aos olhos de todos que vem, o ridículo, a negatividade, a
exposição das suas intenções.
Então, tenhamos muito cuidado pois, eu particularmente, não gosto de nomear um
Orixá para um ano, mas, enquanto estou editando esse texto, os Exus
Mirins aqui presentes me passam essa mensagem:
“Esse é o Nosso ano, como todos os outros: o Ano da Intenção. Sendo boa ou má, lhe mostrarei a minha ação!”

Laroyê, Exu Mirim! Exu Mirim é Mojubá!


Saravá a Umbanda Salve todos os Irmãos!
E que todos tenhamos um ótimo ano novo!

... e boas intenções

Para saber mais: Livro: Orixá Exu Mirim – Autor: Rubens Saraceni – Editora: Madras
Texto por: Franz Meier
http://umbandaconscienciaejuventude.blogspot.com/
Postado no Grupo de Estudos Boiadeiro Rei


Um comentário:

  1. ) blog é muito instrutivo com encimamentos de muito fundamento.Por exemplo leiam sobre Exu mirim.Um forte abraço ao grupo Boiadeiro Rei.

    ResponderExcluir

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.