Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quarta-feira, 2 de março de 2011

Controlando o Ego

 
1 - Deixe de ficar ofendido

O comportamento dos outros não é motivo para ficar retido. Aquilo
que o ofende somente o enfraquece. Se estiver procurando ocasiões
para ficar ofendido, você as encontrará a cada oportunidade. Este
é o seu ego operando, convencendo-o de que o mundo não deveria ser
assim. Mas você pode se tornar um apreciador da vida e se equiparar
ao Espírito universal da Criação. Você não pode alcançar
o poder da intenção ao ficar ofendido. De qualquer modo, aja para
erradicar os horrores do mundo que emanam da identificação massiva do
ego, mas fique em paz. Como "Um Curso em Milagres" nos lembra: "A Paz
é de Deus, você que é parte de Deus, não está no lar,
exceto em sua paz. O Ser é de Deus, você que é parte de Deus
não está no lar, exceto em sua paz". Ficar ofendido cria a mesma
energia destrutiva que o ofendeu em primeiro lugar e leva ao ataque, ao
contra-ataque e à guerra.

2 - Libere a sua necessidade de vencer

O ego adora nos dividir em vencedores e perdedores. A busca da
vitória é um meio infalível de evitar o contato consciente com
a intenção. Por quê? Porque em última instância, a
vitória é impossível o tempo todo. Alguém lá fora será
mais rápido, mais afortunado, mais jovem, mais forte e mais
inteligente, e novamente você se sentirá inútil e
insignificante.

Você não é o seu prêmio ou a sua vitória. Você pode
curtir a competição, e se divertir em um mundo onde a vitória é
tudo, mas você não tem que estar lá em seus pensamentos. Não
há perdedores em um mundo onde todos compartilham a mesma fonte de
energia. Tudo o que você pode dizer em um determinado dia é que
você realizou em um determinado nível, em comparação aos
níveis de outros neste dia. Mas hoje é outro dia, com outros
competidores e novas circunstâncias a considerar. Você está
ainda na presença infinita em um corpo que está em outro dia, ou
em outra década, mais velho. Deixe ir a necessidade de vencer, sem
concordar que o oposto de vencer é perder. Este é o medo do ego.
Se o seu corpo não está atuando de modo a vencer neste dia, ele
simplesmente não se importa quando você não está se
identificando exclusivamente com o seu ego. Seja o observador, notando e
apreciando tudo isto sem precisar ganhar um troféu. Esteja em paz, e
corresponda com a energia da intenção. E, ironicamente, embora
você quase não o perceba, mais vitórias se apresentarão em
sua vida quando menos as perseguir.

3 - Deixe ir a sua necessidade de estar certo

O ego é a fonte de muitos conflitos e desavenças, porque ele o
empurra na direção de tornar outras pessoas erradas. Quando você
é hostil, está desconectado do poder da intenção. O Espírito
Criativo é bondoso, amoroso e receptivo; e livre da raiva, do
ressentimento ou da amargura. Liberar a sua necessidade de estar certo
em suas discussões e relacionamentos é como dizer ao ego: eu
não sou um escravo para você. Eu quero aceitar a bondade e
rejeitar a sua necessidade de estar certo. Realmente, eu oferecerei a
esta pessoa uma oportunidade de se sentir melhor, dizendo que ela
está certa, e lhe agradecer por me apontar na direção da verdade.

Quando você deixa ir a necessidade de estar certo, é capaz de
fortalecer a sua conexão com o poder da intenção. Mas tenha em
mente que o ego é um combatente determinado. Eu tenho visto pessoas
terminarem relacionamentos maravilhosos, apegando-se a sua necessidade
de estar certo, interrompendo-se no meio de um argumento e se
questionando: "Eu quero estar certo ou ser feliz?" Quando você
escolhe o humor feliz, amoroso e espiritualizado, a sua conexão com a
intenção é fortalecida. Estes momentos expandem no final das
contas, a sua nova conexão com o poder da intenção. A Fonte
universal começará a colaborar com você, criando a vida que
você pretendia viver.

4 - Deixe ir a sua necessidade de ser superior

A verdadeira nobreza não se refere a ser melhor do que outra pessoa.
Trata-se de ser melhor do que você costumava ser. Permaneça focado
em seu crescimento, com uma consciência permanente de que ninguém
neste planeta é melhor do que outro. Todos nós emanamos da mesma
força de vida criativa. Todos nós temos uma missão de
compreender a nossa essência pretendida. Tudo o que precisamos para
cumprir o nosso destino nos está disponível. Nada disto é
possível quando você se vê como superior aos outros. É um
velho provérbio, mas, entretanto, verdadeiro: Somos todos iguais aos
olhos de Deus. Deixe ir a sua necessidade de se sentir superior, vendo a
revelação de Deus em todos. Não avalie os outros com base em sua
aparência, em suas conquistas, posses e em outros índices do ego.
Quando você projeta sentimentos de superioridade, isto é o que
você recebe de volta, levando a ressentimentos, e principalmente, a
sentimentos hostis. Estes sentimentos se tornam o veículo que o
distancia mais da intenção. Um Curso em Milagres trata desta
necessidade de ser especial e superior. A pessoa que se julga especial
sempre faz comparações.

5 - Deixe ir a necessidade de ter mais

O mantra do ego é mais. Ele nunca está satisfeito. Não importa
quanto você consiga ou adquira, seu ego vai insistir que não há
o suficiente. Você se encontrará em um estado perpétuo de
esforço para obter, eliminando a possibilidade de nunca chegar.
Entretanto, na realidade, você já chegou, e como você optar por
usar este momento presente de sua vida, é sua escolha. Ironicamente,
quando você deixa de precisar mais, mais do que você deseja parece
chegar a sua vida. Desde que você se desligou da necessidade por
isto, você achará mais fácil transmiti-lo aos outros, porque
você compreende quão pouco você precisa a fim de ficar
satisfeito e em paz.

A Fonte universal está contente com ela mesma, expandindo-se
constantemente e criando nova vida, sem tentar se apegar as suas
criações para seus próprios propósitos egoístas. Ela cria e
libera. Quando você libera a necessidade do ego de ter mais, você
se unifica a esta Fonte. Você cria, atrai para si e libera, nunca
exigindo que mais venha ao seu caminho. Como um apreciador de tudo o que
se apresenta, você aprende a poderosa lição de S. Francisco de
Assis: "É dando que recebemos." Ao permitir que a abundância flua
para e através de você, você se equipara a sua Fonte e garante
que esta energia continue a fluir.

6 - Deixe de se identificar com base em suas realizações

Este pode ser um conceito difícil se pensar que vocês são as
suas realizações. Deus canta todas as músicas, Deus constrói
todos os prédios, Deus é a fonte de todas as suas realizações.
Eu posso ouvir o seu ego protestando em voz alta. Entretanto,
permaneça atento a esta idéia. Tudo emana da Fonte! Você e esta
Fonte são um! Você não é este corpo e as suas
realizações. Você é o observador. Observe tudo isto; e seja
grato pelas habilidades que acumulou. Mas dê todo o crédito ao
poder da intenção, que lhe trouxe à existência e da qual é
uma parte materializada.

Quanto menos precisar assumir o crédito pelos seus empreendimentos e
mais conectado permanecer às sete faces da intenção, mais
estará livre para realizar, e mais se apresentará para você.
Quando você se liga a estas conquistas e acredita que apenas você
que está fazendo todas estas coisas, você deixa a paz e a
gratidão de sua Fonte.

7 - Deixe ir a sua reputação

Sua reputação não está localizada em você. Ela reside nas
mentes dos outros. Portanto, você não tem nenhum controle sobre
tudo isto. Se falar para 30 pessoas, você terá 30 reputações.
Conectar-se à intenção significa ouvir o seu coração e se
conduzir baseado naquilo que a sua voz interior lhe diz que é o seu
propósito aqui. Se estiver muito preocupado em como será percebido
por todos, então você se desliga da intenção e permite que as
opiniões dos outros o oriente. Este é o seu ego operando. É uma
ilusão que se interpõe entre você e o poder da intenção.
Não há nada que não possa fazer, a menos que se desconecte da
fonte de poder e se torne convencido de que o seu propósito é
provar aos outros como você é poderoso e superior, e gaste a sua
energia tentando ganhar uma gigantesca reputação entre outros egos.
Permanecer no propósito, desligar-se do resultado, e assumir a
responsabilidade pelo que faz, reside em você: seu caráter. Deixe
que a sua reputação seja debatida por outros. Ela nada tem a ver com
você. Ou como o título de um livro diz: "O que você pensa de
mim, não é da minha conta."
Postado no Grupo de Estudos Boiadeiro Rei
http://br.groups.yahoo.com/group/boiadeirorei
http://grupoboiadeirorei.blogspot.com/
http://boiadeirorei.wordpress.com/
http://boiadeirorei.groups.live.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.