Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Como Saber Qual é o Meu Carma?



O Carma é a energia acumulada das conseqüências das ações nefastas ou equivalentes, e se despegam e se desembaraçam com ou pelo e com o resgate. Desse modo, pensando na forma de conhecer o próprio carma teremos que, providentemente, reconhecer qual ou quais são os nossos limites, físicos ou mentais, caso seja impositivo e, caso seja optativo, as nossas barreiras e dificuldades. As dificuldades apontam diretamente para os nossos problemas cármicos, até porque, naquilo que não conseguimos fazer com zelo e amor, que temos relutância ou repugnância, consiste em compreendermos que são barreiras que devem ser absorvidas, extintas ou absorvidas.

O carma se estabelece em cima da ação infeliz e o resgate dele se estabelece em cima da condição de tornar tal ação feliz. Assim, num parco exemplo, a desdita de você não gostar da cor amarela implica em aprender a gostar dela para que se olvide do drama.

Se você tem enjôos para tomar leite, é sinal de um carma optativo e pode ser resolvido com pequenas correções alimentares; se você tem alergia à lactose, é sinal claro de um carma punitivo, pois está estabelecido em cima de códigos genéticos e, portanto, intocável.
Entre saber qual é o meu carma e o que motivou o meu carma, existe uma enorme distância. Embora seja simples a explicação, ela só não é tão óbvia em função do que mistificamos em torno do carma. Pois se pode convir que todo o tipo de abuso implica em resgates, de modo que, parando para pensar, se vê que as travas que nos travam só travam com objetivo de não cometermos excessos para não nos liquidarmos com eles. É o caso daquele que abusou do açúcar e se torna um diabético nessa existência. O carma impositivo, com raras exceções, se torna num muro intransponível, razão pela qual o desgaste causado outrora surge como entrave, um sinaleiro que denota o limite para a parada corretiva.

Vi muita gente terminar com disposições cármicas somente pedindo desculpas. Quer dizer, um simples pedido de desculpas pode resolver uma querela cármica muito possante. Assim de igual forma, vi muita gente arrastar uma condição cármica durante toda uma existência terrena por falta de humildade, por não ter noção que, voltando atrás um pouquinho numa richa familiar, teria resolvido uma grande questão de embaraço cármico.

Nós sempre deixamos pegadas em nossas vidas e a nossa natureza sabe quais são elas e para onde elas vão... ou iriam...

Por:Marlon Santos



Paciência, calma, tolerância, percebendo e analisando os próprios sentimentos e seguindo nossa intuição, temperando com o poder do perdão verdadeiro, alcançaremos a amor puro e incondicional, livrando-nos da nossa ignorância, atingindo o merecimento do discernimento necessário para não mais precisarmos passar pela "correção imposta pelo carma". Ame sempre! Ame muito! O amor pode tudo! Salve o Amor Incondicional...


Saravá!
Fonte: Espiritualizando com a Umbanda

Postado no Grupo de Estudos Boiadeiro Rei

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.