Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

terça-feira, 3 de maio de 2011

Ansiedade X incorporação


Calma, que com calma tudo se resolve

A ansiedade é um dos maiores problemas enfrentados pelos médiuns


O médium umbandista ou Kardecista encontra um grande obstáculo em seu desenvolvimento, a ansiedade. Afinal de contas, todos a possuem nos seus mais diversos graus. Alguns mais ansiosos ao ponto de provocar confusão mental, coordenação dos pensamentos e falta de clareza, isso sem falar no suor nas mãos, "mãos geladas" conforme alguns termos popularmente mais difundidos atualmente.

É uma barreira no desenvolvimento, um desafio a vencer e é uma luta (?) consigo mesmo. Como em todos os aspéctos sociais, no crescimento pessoal e profissional, por exemplo, este gatilho sempre funciona para atrapalhar ou impedir a atingir suas metas e objetivos. 

Na mediunidade também esse fator é constrangedor. Quem já visitou centros já deve ter visto álguns médiuns balançando daqui...balançando de lá, e permanece nesta "briga" com a entidade. O resultado é o de sempre: muita perda de energia em função do esforço para incorporar ou seja, fluir a conexão com a energia externa.

E esse estado se instala no médium até que ele venha realmente a deixar o barco fluir sobre as águas. Passa o tempo e ele vai aprendendo a dança. Sente as vibrações, relaxa com  concentração e a ligação está feita. No início isso faz parte do processo de desenvolvimento. 

E todos, de alguma forma, levam um tempo para aprimorar esse relaxamento que deve ser sempre acompanhado de concentração. Algumas entidades, que já aprenderam (descubriram) a melhor forma de se conectar com os centros de força - chacras - do médium, às vezes, promove o giro do seu instrumento para melhor adaptar essa conexão. É aquela frase já conhecida e pronunciada pelos médiuns "puxa....a entidade me girou, fiquei tonto e pronto, me pegou".

O que a entidade fez, no médium ansioso, foi a de provocar a transferência de seu ponto de concentração. E um coordenador de centro, sério e comprometido, deve deixar que seu "aluno" aprenda a lição. Claro, também deve tentar ajuda-lo a ele mesmo descobrir como facilitar a mudança deste estado de consciência ao qual o médium permanece quanto conectado junto à entidade.

Mistérios à parte, a ansiedade, quando está em estado um pouco acima do normal, além de provocar diversas alterações orgânicas no físico, provoca confusão mental. Mas porque confusão mental? Simples, pelo fato de que pessoas ansiosas ou quando se encontram neste estado têm sua respiração cortada. 

A entrada de ar e saída dos pulmões não segue os padrões no seu estado normal, mais relaxado. E essa permanência dificulta a inspiração profunda e correta do ar, bem como sua completa exalação.  Isso dificulta o desenvolvimento mediúnico como também todos os aspéctos sociais.

Para o médium iniciante, principalmente na Umbanda, ao qual o desenvolvimento mediúnico é extremamente energético e de impácto, é necessário ele entender que a ansiedade faz parte de seu perfil psicológico para que ele possa enfrentar esse problema.


Primeiros passos

Se você é ansioso e sabe disso, como também sabe que às vezes se encontra mais ansioso em alguns dias, pronto...já está a um passo para deixar que esse problema lhe impeça de atingir seus objetivos.

Aprenda que você é o comandante do navio. Sempre será, lembre-se disso. Mesmo que seu barco seja tão pequeno frente ao oceano, Ainda sim o leme estará sob seu controle. Não fuja. Dirija seu barco.

Comece a pensar na sua respiração. Fique consciente dela. Como está?...entre cortada, rápida, artificial?
Começe a respirar profundamente...se ajude um pouco, vamos, faça acontecer. Lembra do leme?

Após alguns instantes de respiração...coloque sua mão direita sobre seu chacra do coração - Anahata - e  imagine aquecendo este chacra, aos poucos.

Faça isso por uns dois minutos, sem pressa. Você é o comandante.
Durante esse processo, tente lembrar de algo bom. Pode ser qualquer coisa, um fato bom da infância, algum parente, aquela pessoa amiga que você realmente a reconhece como amiga.

Você vai perceber que ficou mais calmo, mais relaxado. o fato de vc colocar sua mão sobre o chacra do coração lhe garante sentir que você é você. Por isso, se preferir, o que é bom para ativar esse cracra, imagine um sol. Isso vai ajudar e muito. Acredite.

Resumo da técnica

Consciência de sua respiração
Inspirar profundamente por alguns segundos
Sua mão sobre o chacra e aquecê-lo.
Lembrar de um momento ou alguém em especial. Que sente muito carinho por essa pessoa
Diga para você mesmo ao entrar na gíra:
Calma...que com calma tudo se resolve

Até o corpo aprender essas alterações, essa técnica favorece em muito o relaxamento e contato com você mesmo. Acredite, sempre. Lembra do leme?


Fonte: Umbanda Espiritualista

Postado no Grupo de Estudos Boiadeiro Rei



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.