Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Barganha Espiritual, Será que Existe? Por Exu Marabô da Encruzilhada


Em sendo uma religião bastante incompreendida muitas pessoas que procuram a Umbanda, a Ela vão pensando em encontrar uma oportunidade para requerer uma possível concessão de barganha espiritual, que possibilite a sua mudança de vida eximindo-se dessa forma dos atos praticados que as infelicitam.
Em via de regra, muitos se decepcionam quando observam que os seus intentos não serão atendidos- isto em um terreiro sério - e creditam a esse terreiro a falta de capacidade de manipulação energética e competência em resolver seus problemas.
Quanta ingenuidade!
Quanta escassez de discernimento!
Quanta falta de lucidez!
Se bem que; lucidez é para poucos, quando não algo raro, já que usar o cognitivo dá muito trabalho.
Amigo! Gostaria de lhe perguntar uma coisa:
De quem foi a teoria que a Umbanda nasceu para resolver os problemas alheios?
Assim seria muito cômodo não acha?
Mas, a mentalidade é essa e em regra geral ainda se diz: eu faço, refaço, perco meu tempo como quiser, não ajo corretamente, iludo, me camuflo e quando as coisas apertarem busco um terreiro de Umbanda e deixo tudo por lá. Faço uma negociata que logicamente só irá me favorecer e volto ao meu mundinho de antes, certo?
Errado!
E quem lhe disse que terreiro de Umbanda é baú que serve de depósito para teus malfeitos?
Olha! camarada! Lei é lei. E quem deve a lei a Ela deve ressarcir.
Portanto, não tem como burlar a lei, procurando brechas...
Não tem como dar um jeitinho.
Não tem como trapacear.
Vade-mecum jurídico no astral tem outras nuances e retórica.
Há tempo que as cartas estão na mesa!
Então vamos jogar o verdadeiro jogo da vida que só acerta quem sabe bem cartear.
E não adianta carta escondida na manga; ela em nada vai te favorecer.
Julgamento e sentença desse lado de cá é diferente: não tem mais véu de esquecimento e as caras de “bons moços” também não existem mais.
No tribunal individual, tua consciência é teu juiz e tuas ações indignas te farão réu confesso e não vai adiantar querer forjar o álibi do “não sabia” , pois, conhecimento se tem. Não se coloca em prática porque não se quer.
Vamos ser racionais! Lógica é lógica em qualquer lugar!
Depois dizem que é exu é quem é passional, quando não uma “maria-vai-com-as-outras”, ou seja, vocês nos imputam os adjetivos que lhe dizem respeito.
Oh! Meu povo, vocês misturam muito o profano com o sagrado. E uma coisa não tem nada a haver com a outra.
Isso sem falar nas entrelinhas da lei que vocês nem conseguem enxergar para ler.
Não entenderam ainda nem os princípios da Lei e quando acabar já querem cantar de galo? E usar anel de doutor?
Olha que a turmalina negra não se engana! Porque, faca de ponta é instrumento de guerra e quem firma o ponto não erra.
Diante de tudo isso eu volto a perguntar: Será que existe mesmo barganha espiritual na Umbanda?

A resposta ou as respostas eu deixo a critério de vocês.
Data Vênia. Eh, eh, eh...

Marabô da Encruzilhada, um toquinho no astral.
Mãe Luzia Nascimento
Em, 08 de janeiro de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.