Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Saudar Exu na Abertura dos Trabalhos Umbandistas?

 

Sempre na abertura das atividades de um terreiro de Umbanda notamos em algumas casas que antes dos cânticos sagrados e consagratórios o sacerdote dirigente faz uma saudação a Exu e após a mesma que inicia o processo de defumação, cruzamento de médiuns e etc. Tudo isso é assistido pelos presentes na assistência e médiuns da casa, mas poucos sabem qual o real fundamento desta prática nos rituais umbandistas. 

 

Quando falamos de Exu ou Guardião nos lembramos logo daquele que toma conta do campo energético do terreiro para que forças negativas não adentrem o mesmo. Até aí nada de novo, pois a vasta literatura nos oferece tais explicações. Mas existe um ponto que poucos atentam mediante os trabalhos que são realizados, ou seja, "A INTENÇÃO" dos mesmos. Podemos enganar a assistência de uma casa dizendo que nossos propósito são louváveis, mas em nosso intimo vibrarmos "nos bastidores da alma" negativamente por esta ou aquela pessoa, fugindo do bom sendo e propósito da Umbanda, mas o que não podemos nos furtar é a ação que EXU rege sobre os trabalhos.  Se pedimos proteção e guarda das atividades desenvolvidas, nos esquecemos de que esta guarda e esta proteção também para nós é feita, pois somos médiuns, mas humanos e falíveis acima de tudo. 

 

A saudação feita a EXU antes da atividades de um terreiro ou até mesmo antes de uma oferenda se da justamente para que o mesmo tome conta de nosso pensamentos e intenções, pois EXU em seu campo vibracional rege todas as intenções, servindo assim a LEI e a JUSTIÇA divina.

 

Laroyê Exu, Exu é Mojubá... Nos guarde sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.