Seguidores

Translate - Tradutor

Seguir por Email

Volte sempre!


Fale Conosco 
 

Atenção. Importante!

Alguns Textos, Mensagens e Imagens foram retirados de variados sites, caso alguém reconheça algo como sua criação e não tenha sido dado os devidos créditos entre em contato.

A real intenção do blog Grupo Boiadeiro Rei não é de plágio, mas sim de espalhar Conhecimento e Espiritualizar...

 
TODO ACERVO DE MATERIAL DE ESTUDOS DO GRUPO DE ESTUDOS BOIADEIRO REI ESTA NO SERVIDOR ISSUU DEVIDO AO GRANDE NUMERO DE INFORMAÇÕES DA RELIGIÃO ACESSE - O LINK EBOOKS A BAIXO 
 
LlNK:
 

Pesquisar

Leia Também em nosso Site

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

História das Pombas Giras das Almas

Conta a história que no século XIII existiu em uma aldeia da Irlanda 3 irmãs donas de poderes ocultos... a qual ajudavam muitas pessoas em trocas de presentes e dinheiro. Elas eram consideradas bruxas mercenárias que se aproveitavam do seus poderes para ter uma vida de luxo e de fama.

POMBAS GIRAS DAS ALMAS, QUEM SÃO E O QUE FAZEM?



As Pombas Giras das Almas realizam um dos trabalhos mais lindos e específicos, nas falanges das Guardiãs. Essas Senhoras são espíritos de grande benevolência, sabedoria e dedicação ao trabalho que realizam, com total amor aos seus próximos: irmãos desencarnados que necessitam de amor e esclarecimentos sobre sua condição, sem maior trauma e sofrimento.
Tenho escrito sobre diversas falanges e das suas atuações, e muito ainda há que se escrever.
Hoje veremos as Guardiãs das Almas:

Primeiro: existe diferença entre Pomba Gira das Almas, Pomba Gira do Cruzeiro das Almas, Pomba Gira do Cemitério, Pomba Gira da Calunga e Pomba Gira do Cruzeiro.
Todas essas diferenças serão explicadas, nesse blog.
Pombas Giras das Almas, não é o nome de uma falange e sim de uma atuação que espíritos de diversas falanges participam.

O vocábulo alma, no latim, é anima e no grego: anemos que significam: sopro, emanação, o ser imaterial e individual que une-se ao corpo, para dar-lhe vida numa encarnação.
O emprego dos vocábulos Alma e Espírito assumem conceitos e significados diferentes nas diversas teorias religiosas, psicológicas e filosóficas.

Na doutrina espírita, a união do corpo material, da alma e o períspirito constituiriam o homem encarnado. E a alma e o períspirito separados do corpo material, constituiriam o espírito.

O foco do trabalho é a ajuda aos espíritos que se encontram perdidos quanto ao seu estado, ou seja, espíritos que não têm consciência de seu desencarne e consequentemente estão "presos" a experiência corporal, mantendo ainda percepções sensoriais típicas do encarnado.
Embora encontrem-se nesse estágio, esses espíritos não têm a intenção consciente de manterem-se encarnados e muito menos, alimentam o desejo de prejudicarem seus entes queridos ou quem quer que seja, através de obsessões volitivas. Eles simplesmente não sabem ou não querem aceitar que desencarnaram. Desse modo tentam ficar próximos de seus lares, locais de trabalho, amigos, parentes e até frequentam os mesmos ambientes sociais de quando encarnados. Não querem fazer mal a ninguém, querem simplesmente estar presente.

As Pombas Giras das Almas dedicam-se a amparar, esclarecer e encaminhar esses espíritos em seu caminho de continuidade e evolução. Esse não costuma ser um trabalho de resultados imediatistas.
Às Guardiãs das Almas, cabe a função de fazer com que o espírito tenha a percepção de sua condição, como facilitadoras desse processo, e não obrigá-lo a partir contra a sua vontade. Ele tem que perceber, que não está ajudando a si, e muito menos as pessoas que ama , com sua presença.
Esse apego normamente é em relação aos entes próximos, mas pode ser também em relação a um determinado local físico, que de certa forma, tenha sido importante para esses desencarnados.

A roupagem fluídica das Pombas Giras das Almas é sempre o mais próxima possível, da crença do espírito que esteja ajudando, podendo assumir várias formas, inclusive para os outros espíritos próximos e familiares que já estejam tentando ajudar esse desencarnado.
Normalmente mostram-se à vidência com roupas claras, quase etéricas, trazem consigo sempre uma referência à luz, ao caminho, como velas brancas ou lamparinas.
Nos Terreiros, quando incorporadas, podem usar roupas brancas, pretas ou pretas e brancas.
Suas manifestações dependem de uma série de fatores: a natureza do trabalho, a energia do local, a energia do médium entre outras. Mas dificilmente expressam-se de modo sensual, sedutor ou agressivo. Ao contrário, na maioria das vezes, quando o médium não atrapalha a manifestação da entidade, com seus conceitos errados de como uma Pomba Gira deve ser, a manifestação das Senhoras das Almas, é a da Mãe que guia os filhos com a autoridade e o amor necessários.

Então encontraremos em diversas Falanges, a função "Das Almas": Maria Padilha das Almas, Maria Mulambo das Almas, Maria Quitéria das Almas, Rainha das Almas, Menina das Almas, etc.


SALVE AS SENHORAS GUARDIÃS DAS ALMAS!!!


CLAUDIA BAIBICH


Fonte: http://pombagiras.blogspot.com.br/2010/03/pomba-gira-das-almas-quem-sao-e-o-que.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitamos comentários edificantes. Siga seu caminho em paz, se essa não é sua crença.

Obrigado!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

“A Umbanda não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho.”


SIGNIFICADOS QUANTO AO FORMATO DA VELA



 
Cones ou Triangulares: equilíbrio, elevação.
Quadradas: estabilidade, matéria.
Estrela: espiritual, carma.
Pirâmide: realizações matérias.
Cilíndricas: servem para tudo.
Animais: para o seu animal protetor.
Lua: para acentuar sua energia intuitiva.
Gnomo: para seu elemental da terra.
Cone ou Triangulares: simbolizam o equilíbrio. Tem três planos: físico, emocional e espiritual.
Velas Cônicas: são voltadas para cima e significam o desejo de elevação do homem, sua comunicação com o cosmos.
Velas Quadradas: Simbolizam estabilidade na matéria. Seus lados iguais representam os quatro elementos: Terra, Água, Fogo, Ar.
Velas em Formato de Estrela de Cinco Pontas: É o símbolo do homem preso na matéria. Representa o carma.
Velas Redondas: Simbolizam mudança. E a energia mais pura do astral que só a mente superior alcança.